Exposição Romanização das Terras Beirãs

 Entre os dias 2 de novembro e 31 de dezembro, na Casa da Cultura, em Sátão, estará patente a exposição “Aspetos da Romanização das Terras Beirãs de entre Tejo e Douro”.

Esta exposição é apresentada pelos Municípios da Guarda e Celorico da Beira, o Museu da Guarda, e com o apoio do Centro de Estudos Ibéricos, da Associação de Desenvolvimento, Estudo e Defesa do Património da Beira Interior (ARA) e da Agência para a Promoção da Guarda.

A exposição pretende evidenciar, entre o Património Arqueológico da paisagem Beirã, o período da romanização, incidindo na apresentação das caraterísticas gerais do povoamento da região, a rede de assentamentos principais e as suas tipologias essenciais. Será dado um destaque à organização social, à vida económica e às práticas culturais e religiosas.

Pretende-se ainda com esta exposição divulgar o resultado das intervenções arqueológicas mais recentes sobre a Romanização da Hispânia.

Esta exposição contém dois núcleos principais, um núcleo genérico, de contextualização da Romanização na região entre os rios Tejo e Douro, e um núcleo monográfico, em que se apresentam 25 painéis sobre outros tantos sítios arqueológicos.

Durante o período em que a exposição estiver patente na Casa da Cultura estão previstas visitas guiadas e oficinas pedagógicas para os diferentes graus de ensino das escolas do concelho (carece de marcação prévia).

Some description