III Campanha de escavações na Senhora do Barrocal

O sítio arqueológico da Senhora do Barrocal, de acordo com os resultados até agora obtidos, insere este povoado nos finais do século XI. Encontra-se em curso a limpeza e registo de mais um tramo da espessa muralha que delimitava o povoado. Imponente e de feição rude, exceto na área de acesso ao povoado, era constituída por silhares bem aparelhados. No interior do povoado a escavação permitiu identificar restos de habitações, que seriam feitas maioritariamente em madeira, aproveitando os afloramentos rochosos aplanados. Recolheu-se espólio, como cerâmica de cozinha, de mesa e de armazenamento, alguma de proveniência longínqua além de metais (embora muito deteriorados) líticos, como afiadores, percutores, alguns ossos de animais, objetos de adorno e sobretudo o sítio destaca-se pela presença de inúmeras sementes de leguminosas e cereais carbonizados mas que permitem identificar as espécies cultivadas e por conseguinte ajudam-nos a reconstruir os hábitos alimentares e recursos explorados desta comunidade que ocupou e dominou o vale de Romãs.