Sessão de esclarecimento em Sátão sobre a vespa das galhas do castanheiro

Dando continuidade à preocupação que o Município tem com o problema da Vespa das Galhas do Castanheiro, realizou-se no dia 08 de maio de 2018, na Casa da Cultura de Sátão, em parceria com a RefCast (Associação Portuguesa da Castanha) e a DRAP Centro, a segunda sessão de formação/esclarecimento para o combate biológico contra esta vespa.

Esta sessão contou com a presença de cerca de 60 participantes, que ficaram informados sobre o comportamento do inseto, mecanismos de dispersão e procedimentos de prospeção, monitorização e controlo, com especial foco para o combate biológico que tem sido o único método que se tem revelado eficaz no combate a esta praga, sendo adotado em outros países da Europa.

Nesta sessão foi ainda reforçada a informação aos agricultores que é importante vistoriarem os soutos, com o objetivo de retirar o material contaminado dos castanheiros e impedir a sua propagação.

No ano de 2017, após a primeira sessão de formação, e já preparando o ano de 2018, técnicos do município de Sátão e a DRAPC realizaram durante o mês de julho uma prospeção dos soutos, com o objetivo de quantificar as largadas a realizar. Após este levantamento, a Comissão Técnica para o Plano Nacional de Luta contra a Vespa das Galhas do Castanheiro, validou 19 largadas para o Sátão com um valor de cerca 3.990,00€ (três mil novecentos e noventa euros), acrescidos de IVA, custeado pelo Município.

Todos os agricultores que detetarem infestações nas suas plantações devem comunicar essa situação ao Município de Sátão. Quando estiver agendada a primeira largada de vespas, o Município informará a hora e local aos interessados.